Segunda-feira, 17 de Novembro de 2008

ENGATAR TRISTES, GAJAS CLARO!

 

Havia

na minha rua

uma árvore triste.

 

Quebrou-a o vento.

 

Ficou tombada,

dias e dias,

sem um lamento.

 

(Assim fiquei quando partiste...)

 

 

AUTOR:  ANGEL13EM PESSOA 

publicado por angel13 às 14:21

link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Desconhecido a 17 de Novembro de 2008 às 17:52
Curiosamente esse poema está publicado no blog:
Amorizade em 3/3/2005

Havia
na minha rua
uma árvore triste

Quebrou-a o vento

Ficou tombada,
dias e dias,
sem um lamento
(Assim fiquei quando partiste)

[versão original de Saul Dias]

E no blog: linha do norte em 5/11/2006 pelo Jorge Reis.

E esta ..?
De angel13 a 18 de Novembro de 2008 às 14:51
As varejeiras não conseguem ler o título da bosta do Saul......"ENGATAR TRISTES, GAJAS CLARO"!!!!!!! Didi, até para comentar é preciso tê-los!
De umagataqualquer a 18 de Novembro de 2008 às 22:40
E as alegres??!! E as felizes??!! E as que se estão a cagar para tantas parvoíce??
Vê lá se a coisa melhora senão ainda terás menos leitores que eu!!
Bye Bye triste

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Papel Higiénico

. ALVARINHO

. PROSTITUIÇÃO INFANTIL

. PERÍODOS MENSTRUAIS

. SEXO ESCRITO

. O ERRO SINTÁCTICO COMO DI...

. ESPEZINHEM OS HOMOSSEXUAI...

. QUERO ENGATÁ-LAS, MAS NÃO...

. BIFE COM BATATAS FRITAS

. QUEM NÃO CHORA NÃO MAMA

.arquivos

. Outubro 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds